quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A linda manhã chuvosa


Hoje quando acordei chovia muito, parecia que estava "caindo" o céu. Tomei meu café e fiquei naquela preguiçinha de mais cinco minutinhos. Minha mãe (na mesma preguiçinha) nem cogitou a hipótese de deixar-me faltar à aula. A chuva só aumentava e junto com ela a minha preguiça. Não sei o que os dias de chuva têm que deixam todo mundo com vontade de ficar na cama até mais tarde, de baixo da coberta, sem pensar em nada, talvez comendo um pouquinho e vendo um filme, que saudade de um programa desses. Esse inverno não choveu muito por aqui, então não tive a grande oportunidade de passar o dia na preguiçinha da chuva. Quando olhei o relógio: 07h15min! Não pude acreditar como o tempo passou rápido. Para cair mesmo a ficha minha mãe me lembrou do horário e mandou me apressar (como de rotina). Arrumei-me na preguiça junto com a chuva, parecia que minha cama me chamava. Lá fora o céu ainda estava "caindo" e ao caminho da escola fui observando aquela chuva. Era uma coisa até bonita de se ver, fazia tanto tempo que não chovia assim,  parecia até uma coisa de outro mundo. Lembrei-me na hora daquela frase de Fernando Pessoa "Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol. Ambos existem; cada um como é", era um momento ótimo para refletir aquilo. A chuva estava linda essa manhã.

Um comentário: